Via Adam Callinan parceiro da Beachwood Ventures 

Como um empreendedor na área do E-Commerce, eu posso apreciar o risco de investir o tempo e o dinheiro em Marketing Digital e publicidade. Também pode atestar o fato uma vez que você está por cima e concorrendo, com dezenas – ou mais de centenas – de companhias que magicamente surgem e exigem posse da sua capacidade ‘mágica’ de aumentar suas vendas com a única abordagem de canal e acesso de Marketing deles.

Artigo original de Adam Callinan
Artigo original de Adam Callinan

A realidade é, com um algum bom trabalho, e quando você não está trabalhando, e gastando tempo e dinheiro naqueles que tendem a serem menos efetivos,  o seu custo de aquisição de clientes – um importante indicador (KPI – Key Performance Indicator) – acaba sendo um tiro em vão. Agora, é claro que há exceções em sua checklist, mas para maioria das partes, isto é fantasticamente difícil de converter esse tráfego em uma taxa razoável.

1. Sugestão de conteúdo.

Você já reparou que quando lê um artigo na internet, na parte de baixo há uma relação de outros artigos recomendados,  que na primeira vista parecem relevantes ao conteúdo que você está lendo? Eles não são.  Na verdade são conteúdos pagos para direciona-los para outros sites.

Depois de parar de usar este tipo de publicidade, eu posso dizer que este é um modelo de retenção de cliente é puramente ineficiente (ou que apenas essa tática não funciona em específico em negócios de E-Commerce).

2. TV ou Vídeos Cameos 

A Beachwood Ventures nós investimos em uma interseção do entretenimento e tecnologia enquanto o acesso único é de alavancar ao mundo como influenciadores – o que significa que nós podemos ser efetivos ou não, mas com certeza o produto será reconhecido (surge o Product Placement). Deixe me contar a você, a realidade de tudo é que isso é um pequeno sinal nos radares de posicionamento de produtos em TVs e Filmes, é que não são apenas realísticos. Claro, se seu produto ou serviço é discutido em detalhes dentro do nicho e conteúdo, é muito melhor, mas você apenas não pode confiar em nada substancial que possa vir em diante.

É bom para o ego, não para a receita.

3. Posicionamento de produtos em novos segmentos.

Este é um erro clássico que os empreendedores fazem quando tentam promover o nome e a marca deles á fora – eles pegam uma empresa de Relações Públicas para reter alguns relacionamento e obter algumas oportunidades na frente da câmera. Agora, tenho certeza este trabalho vai atingir potenciais públicos no segmentos de mercado – o que é uma dificuldade na TV tradicional – mas você pensa que apenas vai ver seus produto nas manhãs do noticiário de sua cidade ou estado, e na realidade terá um impacto perceptível, pense novamente.

Por exemplo, nós tivemos o episódio para os ‘Dias dos Pais’ para a BottleKeeper, e colocamos no ar na KTLA, um grande veículo de notícias, e mesmo não movendo uma agulha, a audiência do programa foi muito diversificada. Talvez se tivéssemos colocado no Bom dia America (Good Morning America) ou no Today Show a estória poderia ter sido diferente, mas não o fizemos, então não vamos falar sobre isso ainda.

4.  Mídia impressa

Sim, colocar seu novo aplicativo na TechCrunch ou Gizmodo  poderia ser legal, mas o que você está fazendo gastando tempo em solicitar ao jornaleiro um The Wall Street ou qualquer outro veículo de notícias mais importante? Levei um chute do Ego e a ‘suposição’ que meu assunto poderia ter alguma coisa haver com essas publicações, e assim colocar o logo do meu website, mas pelo menos o produto ou serviço fosse um conteúdo financeiro – ou ao menos fosse um assunto atrativo para o público – o tráfego apenas não acontece.

Este pode ser um assunto delicado como você realmente precisa saber e entender sua audiência. Por exemplo, eu sei que apesar de mencionar tantas vezes BottleKeeper em meus artigos aqui no Empreendedores, e que este não é o público alvo para gerar tráfego para fora – e que não resulta em uma conversão de todo o fluxo que a coluna atrai. Isso não é uma coisa ruim e certamente não é uma falta da publicação – é que apenas não é o público alvo certo para o produto que você está pensando em vender.

Tradução: Rafael Junqueira

Anúncios