Há algum tempo tenho notado junto aos anúncios que surgem junto da pesquisa no Google localizado em vagas e cursos um pedido impreterível de conhecimento em Photoshop para vagas de publicidade, propaganda, marketing e Design.

Quando você é uma pessoa de fora da profissão de Design e Publicidade, é natural acreditar que um designer se resume a um software. O que é totalmente errado pensar. O profissional necessita sim de ser versátil no uso de ferramentas, bem como de se manter atualizado com tendências do mercado, e o que o torna muito mais do que um simples usuários de programas gráficos.

design.jpg

Generalizar que o design gráfico é um profissional competente na arte dos programas gráficos, é particularizar que o mesmo é limitado a criar ‘desenhos’, e não um especialista em comunicação. Que seria a definição da função mais adequada.

E o que isso tem haver com o uso do ‘Photoshop’? Todo Design gráfico precisa saber mexer com editor gráfico, mas nem todo mundo que mexe com editor gráfico saber Design e Publicidade. O impacto ocorre quando você presencia peças publicadas que apenas é uma ‘arte’ bem bonita, mas não tem qualquer valor de mercado.

web-design3.jpg

Mas e se você precisar de um formato de comunicação que exija estratégia?  Será que um usuário apenas do programa gráfico será capaz de executar tal função?

A chamada  do dia da secretária que levava uma moça de gatinhos com uma carta na boca consegue ilustrar muito bem a questão do usuário de editores gráficos versus os publicitários e designers.

Design não é apenas Photoshop. É uma estratégia, e precisa de um profissional que a faça com maestria. O pensamento ao contrário gera custo e alto para as empresas.

 

Anúncios