BMY como é comumente identificado, e que a sigla significa em inglês “Business Model You” em uma tradução aproximada como “Modelo de Negócios Pessoal” e que pode ser adaptada a qualquer situação.

Com certeza já deve ter ouvido falar de uma metodologia chamada Design Thinking (DT), embora o conceito de metodologia seja adotada por alguns e por outros, é considerada uma definição equivocada do que pode ser entendido como uma abordagem.

BMY e Design Thinking podem ser entendidos como duas ferramentas para conseguir concretizar uma ideia. BMY faz uso do que chamamos de modelo Canvas, nada mais que uma espécie de ‘mural visual’ onde cada parte do mesmo faz uma pergunta e você responde.

bmy-a1.jpg

Visualmente conseguimos assimilar melhor que apenas escrever as ideias no guardanapo. Cada um desses ‘setores‘ define uma espécie de grupo. Os grupos veem com uma espécie de indagação que provocará em você a resposta para então formar uma espécie de ‘Visualização do campo geral‘. Se você consegue entender o que você possui e para onde quer ir, consegue definir que negócio e como ele pode ser atendido. Sem mais delongas.

Quem ajuda você? – O que você faz? – Quem é você e o que você possui? – Com você os ajuda? – Como vocês interagem? – Como chegam até você e como você entrega? – Quem você ajuda? – O que você oferece? e O que você ganha?

O planejamento de negócios abrange diversas etapas que não se limitarão apenas um modelo canvas. Às vezes são necessários diversos modelos até que a resposta esteja simples e refinada. Parte das estratégias de Marketing são realizadas com perguntas desde tipo, normalmente sendo auxiliadas por outros métodos que permitem ver em uma perspectiva mais rica da situação.

Os negócios possuem persistência de objetivo e flexibilidade diante de uma demanda de mercado que por vezes desafia os limites das empresas. Muitas se adaptam e outras não. Não é difícil se perder no meio do caminho considerando as inúmeras possibilidades que o negócio pode se desdobrar. Por isso o PN (Plano de Negócio) é considerado tão importante. Definido a persistência no modelo, outras ferramentas, abordagens e metodologias são essenciais para tornar a marca apta a atender novos mercados.

Quem é?

Publicitário / Designer / Consultor / Palestrante / Empresário e CEO da Junqueira Consultoria. MBA em administração de Marketing e Comunicação Empresarial (UVA), Marketing de Relacionamento – CRM (IBMEC). Especialista em Marketing Jurídico, Relacionamento e Redes Sociais. Colunista no Instituto Vendas.

Participe do grupo “Marketing de Relacionamento”:

https://www.linkedin.com/groups/7056049

Contribua também para a Pesquisa de Atendimento e Relacionamento com o Cliente (Redes Sociais):

https://goo.gl/forms/hU0Ss4ETpQl5kVMg2

 

Anúncios